Titanic - 5 Livros que Relatam 107 Anos de Histórias e Perdas


Olá pessoas! Tudo bem?
Após 107 anos do naufrágio, Titanic ainda é (e sempre vai ser) lembrado por nós, meros mortais. Mas sua história vai muito além do que é relatado em filmes. 
Durante todo esse tempo houve tragédias marítimas maiores, com muitos mais mortos que se pode imaginar, antigos e recente, mas nenhum ocupou o mesmo lugar na imaginário de muitos como símbolo da incapacidade humana de tentar controlar o universo, ainda que em posse da mais avançada tecnologia da época.
 Como perpetuação da memória do Titanic, livros, filmes, peças de teatrais, posições, documentários, foram criados para deixar bem claro que, tudo o que aconteceu foi verdade e que vidas foram perdidas. Até mesmo durante sua construção.
Os dias 14 e 15 de Abril (dia que aconteceu o naufrágio) é uma data que, onde até então, muitas pessoas manifestam seus sentimentos lançando ao mar coroas de flores em memória as pessoas que perderam suas vidas nessa grande catástrofe.
Em lembrança desse momento da história, selecionei 5 livros que relatam a tragédia.

01- A Montanha e o Titanic - Luísa Franco

Editora:  Parsifal PT
Ano de Publicação: 2014
Sinopse:
No dia em que recebe a notícia que autoriza a sua aposentação, Luísa Franco é uma mulher naturalmente feliz. Professora do ensino secundário durante mais de 30 anos, poderia finalmente descansar. Mas esse dia haveria de trazer-lhe também uma novidade devastadora e para a qual não estava preparada: o resultado das análises médicas a que procedera não deixava margem para dúvidas, explicando as dores, as manchas no corpo e a ausência de vigor muscular que vinha sentindo nas últimas semanas - sofria de leucemia mielóide aguda.
Confrontada com esta situação e tendo consciência de que não lhe resta muito tempo de vida, decide enfrentar um último desafio: escrever a história de Álvara Bitancurt e de Manuel Franco, seus avós, vítimas do naufrágio do Titanic.
Com edição de Miguel Real, que fixou definitivamente o texto, e agora apresentada a título póstumo aos leitores, A Montanha e o Titanic é uma obra intensa, emotiva e, nalguns casos violenta, na qual realidade e ficção se vão intercalando, que não deixará nenhum leitor indiferente.



02- Titanic – Minuto a minuto – Jonathan Mayo

Editora: Vestígio Editora
Páginas: 260
Ano de Publicação: 2017
Onde Comprar: Amazon
Sinopse
Às 2h20 da manhã de 15 de abril de 1912, o Titanic inicia uma descida de quase quatro quilômetros até o fundo do oceano. Maquinário, carvão, taças de cristal, pianos e joias submergem na água escura. Centenas de passageiros e tripulantes permanecem presos sob o convés – centenas mais perderão a vida na superfície. Esta é a cronologia definitiva das horas finais do Titanic, contada com detalhes fascinantes e que oferece uma experiência em tempo real de um dos maiores dramas da história do século XX.


03- Titanic, A História Completa -  Philippe Masson

Editora: Contexto
Páginas: 272
Ano de Publicação: 2011
Onde Comprar: Amazon
Sinopse
Em 15 de abril de 1912, o Titanic da White Star, o maior e mais luxuoso transatlântico do mundo, desaparecia no Atlântico Norte, durante a travessia inaugural, ao sul da Terra Nova, no Canadá, depois de se chocar com um iceberg. A emoção foi intensa no mundo inteiro e o drama do gigante dos mares tomou proporções de uma catástrofe internacional.
Emoção ainda mais viva porque essa magnífica embarcação, obra-prima da engenharia, parecia marcar uma etapa decisiva na história da construção naval e era considerada insubmersível. Sob a pressão dos jornais e da opinião pública, que se recusavam a invocar a fatalidade, formaram-se comissões que se dedicaram, durante meses, a inquéritos rigorosos, interrogando centenas de testemunhas. A catástrofe teria sido causada por uma imprudência do comandante ou dos oficiais, por uma construção defeituosa ou por uma competição comercial criminosa?
Não teria sido ela agravada pela insuficiência dos meios de salvamento ou pelo comportamento duvidoso de alguns navios alertados pelo telégrafo, que só conseguiram recolher pouco mais de setecentos sobreviventes? Com paciência, esforçaram-se por determinar a origem do maior naufrágio da história marítima, que parecia pôr em xeque, brutalmente, um progresso ininterrupto que se iniciou em meados do século XIX.
O Titanic é muito mais do que uma tragédia no mar. A noite de 15 de abril de 1912 passou a ser uma lenda, um mito, que provoca extraordinária repercussão. O desaparecimento do gigante dos mares, a calma e a espantosa abnegação demonstradas pelos passageiros inspiraram operetas, canções, filmes, romances e até poemas épicos. Particularmente nos Estados Unidos, a lembrança do Leviatã constitui um dos maiores acontecimentos do mundo contemporâneo, comparável à da Guerra de Secessão. Ainda é uma obsessão para muitas consciências. A Sociedade Histórica do Titanic, em pleno funcionamento, recolhe documentos e lembranças. A cada cinco anos, no aniversário da tragédia, seus associados, os Entusiastas, multiplicam as manifestações na presença dos últimos sobreviventes.



04- Titanic - A Verdade e Trágica História e os Atos de Heroísmo de Seus Passageiros - Rupert Matthews


Editora: MBOOKS
Páginas: 208
Ano de Publicação: 2014
Onde Comprar: Amazon
Sinopse
O naufrágio do Titanic em sua viagem inaugural em 1912 foi uma das piores tragédias da história naval. O maior navio de passageiros do mundo, com equipamentos de segurança mais modernos do que seus rivais, era considerado insubmergível. Mais de 1.500 pessoas morreram no naufrágio do Titanic, muitas afogadas, mas a maioria de hipotermia numa das noites mais belas e frias do mês de abril, como ninguém se lembrava ter visto no Atlântico Norte. Como e por que o Titanic afundou naquela bela noite de abril é o tema deste livro. O autor Rupert Matthews examina os fatos por trás das histórias de heroísmo e covardia relatadas pelos sobreviventes, e pesquisa as inúmeras teorias a respeito da perda trágica do grande navio.


05- Sombra do Titanic: As Histórias Extraordinárias de Quem Sobreviveu - Andrew Wilson  

Editora: Simon & Schuster
Páginas: 400
Ano de Publicação: 2012
Sinopse
Achamos que conhecemos a história do Titanic - o outrora majestoso e supostamente inafundável navio que atingiu um iceberg em sua viagem inaugural da Grã-Bretanha para a América -, mas muito pouco foi escrito sobre os 705 sobreviventes da embarcação. Como os eventos daquela noite horrível nas águas geladas do Atlântico Norte afetaram a vida daqueles que viveram para contar a história?
Com base em uma riqueza de cartas inéditas, memórias, diários e entrevistas com seus familiares, o premiado jornalista AndrewWilson traz à vida as vozes coloridas dos sobreviventes, desde a famosa herdeira Madeleine Astor, até os passageiros de segunda e terceira classe menos conhecidos, como os irmãos Navratil, que viajavam com nomes falsos por estarem sendo sequestrados por seus companheiros. pai.Mais de cem anos depois daquela fatídica viagem, Shadow of the Titanic acrescenta uma importante nova dimensão a essa história cativante.
É sempre triste quando chega o dia marcado por uma tragédia como essa. Mesmo tendo ocorrido à mais de 100 anos, essa acontecimento me toca profundamente. 
Tento imaginar o desespero e os diversos sentimentos nos últimos segundo de cada tripulante, passageiros, e a reação de seus familiares após receber a noticia da perda. 
Pais e mães que ficaram sem seus filhos e consequentemente, filhos que ficaram sem seus pais.
E aí! O que achou do post de hoje? Deixe  nos comentários sua opinião, isso ajuda e muito o crescimento do Blog e ficarei feliz em responder você.

Nenhum comentário