Resenha: Benjamin (Spin-off do livro Dante) - Tici Pontes

Olá pessoas! Tudo bem?
Fim de semana chegando! Sexta sua linda. 
Que tal uma leitura emocionante para complementar seu fim de semana? Benjamin vai te mostrar o valor da verdadeira amizade e de como amor verdadeiro é tudo suporta, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença.

Ficha Técnica
Titulo: Benjamin
Autora: Tici Pontes
Distribuído: Amazon
Formato: E-book Kindle
Páginas: 213
Ano de Publicação: 2018
Compre: Amazon

Sinopse
Ele é um homem de 33 anos, advogado e casado com a mulher de seus sonhos. Sua vida tinha tudo para ser perfeita, mas uma doença séria surge em meio a sua felicidade para colocar em xeque todos os planos que ele fez para o futuro.
Benjamin terá forças o suficiente para enfrentar a batalha mais árdua de sua vida? A luta por sua sobrevivência? O amor de Melissa será capaz de sobreviver a tantas provações?
Conheça a história de Benjamin, melhor amigo de Dante, o bipolar mais conhecido de todos.
Um spin-off do livro Dante, que irá fazer você se apaixonar ainda mais.
Benjamin, 33 anos, advogado conceituado e casado há quase um ano com Melissa, namorada de muitos anos.
Aparentemente sua vida era perfeita, tinha o trabalho de seus sonhos, amigos, boa aparência ( que modéstia a parte o cara é lindo de morrer ), a esposa que amava e seus sentimentos era retribuído.
 Mas sua vida estava prestes a mudar. Uma mudança que iria colocar a prova seu força de vontade, seu relacionamento e sua verdadeiras amizades.

Após fraturar o joelho, que à alguns dias estava a sentir dores constantes, Ben se vê sem chão ao ser informado que o diagnóstico era muito mais que uma "simples" fratura, mas sim uma doença chamada Osteossarcoma ( câncer no osso ). A partir desse momento começamos a vivenciar a luta de Benjamin pela vida.
  O livro vem de forma minuciosa relatando todos os passos de Ben. Do tratamento ao relacionamento com a esposa que em um certo tempo o abandonou devido a sua condição.
Melissa se viu sem sua posição social. De esposa de um advogado renomado para cuidadora de um "invalido".
A atitude dessa mulher me deixou em choque, não consegui me conter, e fiquei com o coração apertado ao ver o desespero e a incompreensão de Ben após levar um "pé na bunda" da esposa que tanto amava.

"_Você já consegue ir sozinho, Benjamin. Eu não posso ser sua babá e te carregar pra tudo que é lugar - gritava Melissa enquanto passava uma maquiagem no rosto."

Mas Benjamin não estava sozinho. Mesmo não comunicando os demais familiares sobre sua condição, ele tinha Dante, seu amigo/irmão, que também tem seus monstros para ser derrotados todos os dias, ele não pensou duas vezes em acolher seu amigo. E com seu jeitinho Dante de ser (brincalhão, beirando a infantilidade), mesmo que por alguns momentos conseguia trazer um pouco de alegria em sua vida.
A autora possui um domínio absoluto  ao assunto que é abordado no enredo. Refletindo seu amor pela profissão que exerce, Enfermagem. 
Ela trás uma riqueza de detalhes sobre a doença de Ben e seus efeitos,  fazendo leitor se envolver de forma integra, sem deixar qualquer duvida, mas tudo de forma leve e muito tranquila. Sem chocar o leitor (em partes).
Mesmo com todo o drama que envolve a trama, temos uma relação de amor  e cumplicidade entre Ben e Amora.
Amora é a enfermeira responsável pela as seções de quimioterapia de Ben, que depois do abandono da esposa (do qual ela ainda não tinha conhecimento), começou a ter um conexão com ele. Um grande sentimento proteção e cuidado que de modo reciproco foi crescendo para algo forte e duradouro, amor.   



Tici Pontes sabe fazer o leitor se apaixonar pela história. Ela tem a habilidade de nos envolver e provocar em nossa mente a sempre esperar o pior na vida de Ben devido a todos os fatos que segue sua vida, pois tudo arremete a esse ponto. E isso é angustiante, mas ao mesmo tempo incrível por ela conseguir tal artimanha.
O livro é narrado em primeira pessoa através de Ben, que nos da livre acesso ao seu lado mais intimo. Onde podemos ler/ver os principais momentos do impacto  emocional e psicológico gerado pela doença e relacionamentos.
  Eu simplesmente amei esse livro! Uma leitura fluida e muito bem desenvolvida. Mesmo com um enredo que vai encarando termos da medicina com relação a Osteossarcoma (em algumas partes), não deixa o leitor perdido da história. Mas o faz entendedor de tudo que está acontecendo, mesmo sem saber de algumas nomenclaturas. Logo que, no decorrer da história, a autora faz questão de dar seus devidos significados sem deixar a uma leitura enfadonha.

E aí! O que achou do livro? Não esquece de deixar nos comentários sua opinião. Isso ajuda e muito o crescimento do Blog, sem contar que amo responder cada comentário.

Beijos! :*



Nenhum comentário